SIGA A CÂMARA

Confira os pronunciamentos dos parlamentares na Sessão da Câmara realizada nesta semana


Data: 24/07/2015

A Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Pomerode foi aberta pelo Presidente do Legislativo, Amarildo da Silva, que cumprimentou os presentes, em especial aos visitantes, imprensa e ouvintes via online.  

Indicação
A vereadora Letícia Tribéss Volkmann apresentou a Indicação nº 48/2015, que solicita ao Executivo que providencie melhorias para a cidade, conforme segue na íntegra:
a) Que ao longo das ciclovias que estão instaladas nas principais ruas de nossa cidade (Ruas Hermann Weege, Luiz Abry, Presidente Costa e Silva, 15 de Novembro, por exemplo) verifica-se que nas várias ruas coletoras e locais que dão acesso a estas ruas principais, a exemplo inclusive da Rua Dr. Wunderwald e outras de menor fluxo, não existe a devida sinalização horizontal no sentido de que os condutores dos veículos que ingressam ou saem nestas ruas tenham a devida atenção quanto à existência da ciclovia, e da necessidade de se dar preferência aos ciclistas que por ali transitam, o que pode causar acidentes. Assim sendo, apresento esta indicação, no sentido de que em cada acesso e saída de rua local e coletora em que tenha ciclovia, seja colocada sinalização de solo indicando a existência da mesma, sugerindo inclusive, a implantação de tachões.
b) Na Rua Ribeirão Rauffmann é necessária a colocação de um ponto de ônibus em frente ou nas imediações da casa de número 2078. Os moradores que residem acima deste número precisam se deslocar por mais de 500 metros para irem até um ponto de ônibus. Desta forma, um ponto de ônibus neste local será de grande utilidade, especialmente para as crianças. 

Capela Mortuária
O vereador Amarildo da Silva foi procurado pela diretoria da Igreja Católica em relação às suas respectivas capelas. “Eles solicitam para que se construa uma Capela Mortuária no Cemitério Municipal, em virtude de algumas exigências e adequações por parte da Vigilância Sanitária. Em Testo Rega existe uma Capela Mortuária, assim como na Paróquia São Ludgero. Porém, há necessidade de uma Capela Mortuária Municipal, em virtude da demanda em nossa cidade e das exigências na área da saúde. Então, precisamos nos mobilizar neste sentido”, justificou. 

Operação Tapa Buracos I
O vereador Amarildo da Silva disse que segundo informações do Executivo, a Operação Tapa Buracos será realizada no município, ainda durante a semana. “Será realizada em Testo Rega, em Testo Alto e demais localidades que necessitam”, falou.

Operação Tapa Buracos II
O vereador Amarildo da Silva falou em relação à Operação Tapa Buracos da SC 110, que infelizmente, a mídia publicou informações lamentáveis, pois alegaram que o poder público estava querendo se promover. “Porém, é sabido que o Legislativo encaminhou diversos documentos ao DEINFRA, à SDR e ao Governo Estadual. Que semana passada, eu havia intermediado neste sentido. Quero deixar bem claro que, quando nós falamos, é porque para a realização desta ação, teve o empenho de todos os vereadores desta Casa. E do Executivo também. A realidade é que a realização desta Operação é fruto do esforço tanto do Legislativo, quanto do Executivo. Não estamos querendo nos promover, mas esta é a realidade. Temos que respeitar a opinião pública. Estamos fazendo a nossa obrigação. Estamos reivindicando de forma significativa e incansavelmente. Hoje de manhã verifiquei a conclusão do Tapa Buraco e o prefeito estava lá. Aproveitei para solicitar a conclusão da academia entre as Ruas Carlos Belz e Vitória e, ele me informou de que em breve será concluída. Assim como um trecho no local, que será pavimentado. Ele se comprometeu também, com o projeto de elaboração de uma academia na Rua Otto Behling”, concluiu. 

Reivindicações
O Vereador Zauri Martins do Nascimento solicitou na Tribuna algumas reivindicações, em prol da comunidade. “Durante esta semana eu conversei com o fiscal de Obras da Prefeitura e com o vereador Marcos Dallmann, com relação a um valo que afundou na Rua Ribeirão Souto. Hoje, carros e topiques têm dificuldade em passar neste trecho. Não existe tubulação, então é estranho que o mesmo tenha afundado. Fica próximo à casa de nº 2965. Também encaminharei ao secretário de Obras para que ele tenha conhecimento. O mesmo aconteceu na Rua Ribeirão Lubtke, após um mercado, subindo o morro. Existe um valo que afundou e precisa de reparos urgentes”, disse.

Capela Mortuária II
O Vereador Zauri Martins do Nascimento falou também em relação à Capela Mortuária. “Eu também fui procurado por membros da Capela de Santo Antônio, em Testo Central, no mesmo sentido. Para termos uma Municipal, que atenda toda a população. Precisamos que o poder público tome conhecimento, para que juntos construamos uma Capela neste sentido”, comunicou.

Calçada 
O Vereador Zauri Martins do Nascimento falou com relação à precariedade da calçada, na SC 421. “Em frente a uma nova creche em Testo Central, existe grande dificuldade no fluxo de pedestres da região. Temos no outro lado da Rua o PEAL, que também está instalado e faz o seu trabalho. Em conversa com o secretario da SDR, o Município pode sim intervir e fazer estes reparos. Não só o trecho que não existe calçada, como o do lado oposto onde está a Escola Olavo Bilac, pois existem muitos buracos que precisam de consertos. Peço ao secretario de Governo que leve este pedido ao Executivo para que tome estas providências”, disse.

PEAL 
O Vereador Zauri Martins do Nascimento falou que de tarde os vereadores receberam alguns membros da Diretoria do PEAL, que faz um trabalho fantástico na cidade. “A entidade surgiu há pouco tempo, mas que pelo que tem realizado muitos pais só tem a agradecer seus diretores e professores. A diretoria é voluntária e tem o prazer de ver o aprendizado das crianças. Logo mais teremos um Requerimento ao Executivo, para ver a viabilidade de fazer um repasse para colaborar com esta entidade”, elogiou.

Pontos de ônibus 
O Vereador Zauri Martins do Nascimento comunicou que mais uma vez foi cobrado, visitando a comunidade de Vale do Selke, em relação aos pontos de ônibus. “É uma reivindicação que se arrasta há mais de quatro ou cinco anos. Os pais dos alunos e trabalhadores que esperam o ônibus no tempo, na chuva e no frio precisam de uma solução. Sabemos que há licitações e tem que haver verba. Mas, que o custo para esta construção não é tão oneroso. Já em 2013, o vereador Marcos disse que estava sendo feita a licitação, mas até agora não tivemos nenhum retorno. Quero lembrar que a comunidade pode fazer estes pedidos diretamente às secretarias municipais para que saibam que não somos somente nós que cobramos. Mas, sim, a comunidade. Eu fui atendido em relação a um ponto próximo a Olavo Bilac. O grande problema não é ser bem feito ou não, mas sim, a demora na construção. A população tem o direito de cobrar e nós de intermediar. Não vamos criar polêmicas em virtude disso, mas alguns moradores se colocaram a disposição até de fazer a mão de obra, se o Executivo autorizar a construção. 

Posto de Saúde do Centro I
Na Tribuna, o vereador Aldino Oldenburg falou sobre o Posto de Saúde do Centro. Disse que irá esperar a documentação chegar para analisar com calma. “E, se os tramites legais estiverem em dia, aí sim, avaliar a permuta. Se será de valia para comunidade precisamos trabalhar a favor. Fico impressionado com alguns vereadores que dizem que o Executivo não funciona. Ao vereador Rafael, quero lhe parabenizar pelos valores levantados nesta Casa e nos meio de comunicação sobre a instalação do Posto de Saúde ao lado da Viacredi e, nas demais instalações, que somam em torno de R$ 700 mil. Realmente, os valores são altos e podem chegar a R$ 1 milhão. Porém, o que mais me impressiona é que dizem que não existe politicagem. Mas digo que isto é politicagem sim. Pois o senhor só falou o que lhe interessava. Vou explicar: Primeiro, que profissional iria trabalhar neste posto de saúde? Alguém perguntou? Médico, enfermeiro? Se eles iriam continuar a trabalhar lá com estas rachaduras? E mesmo com reformas, que segurança eles teriam lá? Onde ficariam os equipamentos? Na rua? É lamentável ver a atitude do vereador Rafael, pois ele faz críticas sabendo que a culpa não é do Executivo. Falou até em descaso com o dinheiro público. Eu pergunto quem autorizou a construção do Posto de Saúde Alwin Klotz? Pois, no projeto era para ser uma rodoviária. Então, se tomou a decisão de construir este posto e pior, colocar mais um piso. Mesmo sabendo que a estrutura não comportava. Quem autorizou esta obra? Pelo que se sabe foi um projeto mal feito, por uma gestão irresponsável. Estes aluguéis iriam acontecer de qualquer maneira. Não é culpa da atual administração”, desabafou. 


Imoralidade
Em seu pronunciamento, o vereador Marcos Dallmann falou que quando se trata de julgar trabalhos e mencionar que determinado setor público teve incompetência sem conhecimento de causa, vê como imoral. “Quando me referi a outros municípios, não estava justificando exemplos de Pomerode. Quando o vereador se mostra com interesse em saber da cidade e do país, tem que falar com as pessoas certas e com embasamento. Cobrar é fácil, mas ter que administrar toda uma cidade não é tão simples assim. Pomerode pagou a primeira parcela do 13º salário. Se comparar com outras cidades, nós estamos na frente. E isso é resultado de boa gestão. Fomos até elogiados em jornal. Julgar por incompetência é falta de respeito. Temos que falar dos dois lados. E temos que cobrar quando aqui no Legislativo as coisas não acontecem também. Falo dando o exemplo das reuniões das Comissões, que não funcionam nesta Casa. Cada um vota em um parecer favorável e depois vai à tribuna e vota contra, sendo que este tipo de impasse deve ser discutido nas Comissões. Perde-se enorme tempo com isso. Será que isso também não é incompetência? E aí querem cobrar moralidade do outro lado? Bom, querem reformular o Regimento Interno. Pergunto para que, se nem conseguimos cumprir o atual”, relatou. 

Operação Tapa Buracos III
O vereador Marcos Dallmann falou sobre a Operação Tapa Buracos e parabenizou todos os vereadores e o prefeito, pois disse saber que todos cobraram. “A realização foi fruto de um trabalho em conjunto. Porém, não devemos nos acomodar, pois a revitalização deve ser realizada. Esta é uma solução em curto prazo. Devemos agradecer também à comunidade que cobrou da mesma forma”, disse. 

Saúde
O vereador Marcos Dallmann comunicou que o Fundo Municipal e Saúde de Pomerode foi contemplado, por meio de Emenda nº 28560001, do Parlamentar Rogério Peninha Mendonça. Que foi consignado referente aos Postos de Saúde, no valor de R$ 816 mil. “É um sinal que existe projeto. Se não, não teríamos este valor para a cidade. É um grande recurso e comunico à Pomerode. Eu que tenho conhecimento de contabilidade, já tenho dificuldade de entender o orçamento do município, imagina quem não tem. Então, se deve tomar cuidado com o que fala para não enganar o povo. Quando eu falo é independente de partido. Os municípios estão todos encontrando dificuldade e, Pomerode está conseguindo administrar as suas contas. Já temos o conhecimento de ex-prefeito com problemas, que foi até cassado, e isso não pode acontecer”, falou. 

Governo atual
O vereador Claus Krahn disse ter chegado à conclusão de que a atual gestão não estava preparada para assumir a Prefeitura. “Não contavam com a vitória. Hoje, perderam diversos prazos em prol de melhorias para a comunidade. Não quiserem aproveitar os conhecimentos do vice-prefeito que já estava acostumado com a gestão pública. Então, que entregasse o governo nas mãos do vice-prefeito. Quero também falar sobre os estudantes que aguardam uma resposta do Executivo para o recebimento de subvenção ou não. Tudo ficou para o segundo semestre. Já estamos indo para o próximo e até agora não tivemos retorno. Já deviam ter visto a parte legal, se existe uma possibilidade. Queremos uma resposta do Executivo, mesmo sendo negativa. Para que possamos dar um retorno aos universitários sobre este repasse”, reivindicou. 

Medula Óssea
O vereador Claus Krahn falou que foi procurado por um grupo de empresários, pois pediram o apoio do Executivo Municipal, para fazer o teste de medula óssea e ajudar vidas. Tanto de pessoas da cidade como de fora. “Entrei em contato com a secretária de Saúde que me informou que os funcionários não podem fazer sobre-hora. Existe um decreto sobre isso e que deve ser cumprido. Porém, terceirização pode acontecer. Não entendo, porque eu vejo caminhões terceirizados da Prefeitura pela cidade e os próprios funcionários não podem fazer sobre-hora. Outro exemplo de gasto é o valor de R$ 110 mil em pesquisa, sendo que ainda tem muitos buracos pela cidade. A comunidade está vendo isso e nós somos indagados por estas situações”, alegou. 

Faixas elevadas 
O vereador Claus Krahn disse em relação às faixas elevadas, que fará um Requerimento indicando os lugares que devem possuir. “E os vereadores que quiserem participar, devem sugerir também. Infelizmente, o Executivo optou por fazer somente nove. Já liberamos o valor de R$ 100 mil desta Casa, então, só precisamos que o Executivo execute. Mesmo assim, optaram por fazer somente nove. Novamente vamos para o segundo semestre. O dinheiro não é desta Casa, mas sim da comunidade. Conforme o vereador Marcos, no Ribeirão Areia, a lombada que estava mal feita já foi corrigida. Fico contente, pois é dinheiro da população. Pelo que vejo em alguns discursos, acho que será o Posto de Saúde a salvação desta gestão. Já estou ouvindo dizer que o prefeito fez a sua parte e que agora só depende dos vereadores. Então, mais uma vez colocam a responsabilidade em nossas mãos. Assim fica muito fácil. Porém, vamos aguardar este projeto para falarmos sobre o assunto”, defendeu. 

Iluminação Pública
O vereador Claus Krahn disse que recebeu a noticia de que a iluminação da Escola Amadeu da Luz já foi feita, porém, que as escolas Almirante Barroso e a Olavo Bilac não serão. “Esperamos que isso seja feito, pois já pedimos há muito tempo”, disse. 

Tapa Buracos
O vereador Claus Krahn informou que no dia da Sessão recebeu um telefonema do secretário de Obras informando que a Operação Tapa Buraco seria iniciada na cidade. “Esperamos que se resolva como um todo. Que todas as ruas sejam contempladas, pois buracos é o que não faltam na cidade”, reivindicou.

Inauguração
O vereador Rafael Pfuetzenreiter disse que gostaria de parabenizar a empresa Netzsch Moagem pela nova unidade fabril, em Ribeirão Souto. “Compõe uma planta de nove mil m2, três vezes maior que a estrutura anterior e recebeu investimentos de R$ 20 milhões, pelo Grupo Netzsch. Além, da aquisição de novas tecnologias. No dia de sua inauguração comemorou dez anos de atividades, e hoje, é líder nacional na fabricação de equipamentos para moagem e inspeção. Mais uma vez, parabéns a todos os executivos, diretores e colaboradores que fazem parte deste Grupo. Que escolheram Pomerode e levam estes equipamentos também, para toda a América Latina, Estados Unidos, Europa e Ásia”, elogiou. 

SC 110
O vereador Rafael Pfuetzenreiter falou referente à revitalização da SC 110, que atravessa Testo Rega ao encontro de Jaraguá do Sul. “Houve muitos comentários favoráveis e outros denegrindo os políticos que quiseram manter a comunidade informada divulgando esta informação. Tenho que concordar com o vereador Amarildo, que temos que fazer estas cobranças, tanto para o município como para o Estado, que muitas vezes nos deixam na mão. Este é um pedido de mais de 20 anos, por políticos de Pomerode e de fora. A cidade é deixada de lado e isso é lamentável. Pomerode é uma das cidades que mais arrecada para o Estado, em que o nosso governador é Raimundo Colombo. Sabemos que na última eleição recebeu 44,6% votos para governador de Santa Catarina. Vejo muita cobrança em cima dos vereadores e prefeito. Com razão. No entanto, nós vereadores, sabendo que é uma rodovia estadual, não podemos diretamente interferir nesta recuperação. Temos que solicitar ao Estado para que faça. Infelizmente não está sendo cumprida pelo nosso governador. Dentre 296 cidades, Pomerode está dentro das 20 que mais arrecada dinheiro para Santa Catarina. Parece que o governador não viu ainda esta importância. O que me surpreende é que depois de quatro anos de governo, na última eleição, ele obteve quase 50 % dos votos do nosso município. Mesmo não tendo pisado em nossa cidade nestes quatros anos. Quando nós pedimos melhorias para a nossa cidade, alegam que não há verbas”, desabafou. 

Posto de Saúde do Centro II
O vereador Rafael Pfuetzenreiter falou em relação ao Posto de Saúde que está interditado, problema que disse estar se arrastando por cerca de dois anos. “Como o vereador Aldino falou, concordo que deve haver uma solução para este caso. No entanto, eu discordo e apresento alguns fatos, de que muitos desconhecem, pois não acompanharam a problemática no dia a dia. Tenho comigo uma matéria que saiu no Jornal de Pomerode, no dia 9 de julho de 2013, apresentando fatos de que o Posto estaria comprometido, após a visita do secretario de Planejamento e, também, da Defesa Civil ao local. Foi nesta época quando a comunidade recebeu a informação de que Posto estaria condenado, sem ter um laudo apresentado. Dois anos e meio se passaram desde a sua interdição. Semana passada, o prefeito apresentou para Pomerode uma única solução para que este caso seja solucionado. Eu não consigo entender que, depois de todo este tempo, em que se paga R$ 20 mil por mês em alugueis, só pudesse se chegar a esta única solução. Este gasto irá ultrapassar mais de R$ 3 milhões. É algo que não consigo entender. E ainda assim, não irá contemplar toda a estrutura do Posto interditado. Em minha opinião é trocar seis por meia dúzia. Mesmo se nós aprovarmos este projeto, pensando no bem da comunidade, o gasto não será zerado, pois ainda teremos cerca de R$ 9 mil em alugueis. Parece que a Prefeitura está indo para o caminho inverso, pois em vez de adquirir está locando. Todos nós sabemos que é uma prestação infinita e que não volta mais. Após todo este período só conseguiram chegar a uma única solução e a um único comprador”, questionou.     

Arquivos


Fotos