SIGA A CÂMARA

Sessão Solene na Casa Legislativa marca o início das comemorações da Semana da Pátria


Data: 02/09/2015


Foi com grande satisfação que o Presidente da Câmara de Vereadores, Amarildo da Silva, declarou aberta a Sessão Solene na Casa Legislativa de Pomerode, marcando oficialmente as comemorações da Semana da Pátria em Pomerode.

O evento foi realizado na noite de terça-feira (01/09) e contou com a presença de todos os vereadores; do prefeito Rolf Nicolodelli; da presidente da Câmara de Vereadores, Mirins Julie Otto e ainda, representantes das entidades religiosas de Pomerode, na pessoa do Padre Almir Negherbon; diretores, professores e alunos das escolas da rede pública, municipal e particular; representantes de conselhos e entidades, secretários municipais, imprensa e comunidade em geral. 

Reflexão ecumênica 
Inicialmente, o presidente da Câmara convidou o Padre Almir Negherbon, que proferiu uma reflexão ecumênica alusiva ao evento: 

A Pátria é a família ampliada. É a família devidamente constituída. Tem por elementos orgânicos a honra, a disciplina, a fidelidade e o sacrifício. Este é um pensamento tirado de Rui Barbosa. As sagradas escrituras são como cartas da Pátria. Tiradas do pensamento de Santo Agostinho. E nós queremos também iniciar esta nossa reflexão recitando o Salmo: 119. A palavra de Deus ilumina o caminho do homem. Felizes os íntegros em seu caminho, os que andam conforme a vontade de Javé. Felizes os que guardam os seus testemunhos, procurando-o de todo o coração, aqueles que andam no caminho Dele, sem praticar injustiça! Tu promulgaste os teus preceitos para serem observados à risca. Que os meus caminhos sejam firmes, para que eu observe os teus estatutos. Então eu não sentirei vergonha, ao considerar os teus mandamentos todos. Eu te celebrarei de coração reto, aprendendo tuas justas normas. Vou observar os teus estatutos, não me abandones nunca. Como um jovem poderá conservar puro o seu caminho? Observando a Tua palavra. Eu Te busco de todo o coração, não me deixes afastar dos teus mandamentos. Conservei Tuas promessas no meu coração, para não pecar contra Ti. Com meus lábios eu enumero todas as normas de Tua boca. Eu me alegro com o caminho dos teus mandamentos, mais do que com todas as riquezas. Vou meditar os teus preceitos e considerar os teus caminhos. Eu me delicio com a tua vontade e não me esqueço da Tua palavra. Faze o bem ao teu servo, e eu viverei observando a tua palavra. Abre os meus olhos, para eu contemplar as maravilhas da Tua vontade. Eu sou estrangeiro na terra, não escondas de mim os Teus mandamentos. Minha alma se consome, desejando tuas normas o tempo todo. Este é o Salmos mais longo da nossa Sagrada Escritura. É um elogio à Lei de Deus. Nesta Semana da Pátria queremos ter bem presente a Constituição. Que é propriamente um pensamento que nos leva a Deus. Pode soar estranho no Brasil onde as leis são sistematicamente respeitadas em todas as classes sociais. E não podemos generalizar em todos os cidadãos que cumprem muito bem a Lei. De forma geral a nossa cultura aproveita todos os atalhos possíveis para obter vantagens pessoais. Como podemos entender a ter a alegria e o prazer da Lei Divina? Feito a imagem e a semelhança de Deus o ser humano tem inteligência e autonomia de tomar as suas decisões. No entanto, ele foi desobediente e se afastou de Deus, com efeitos colaterais. Porém ao invés de trazer suas próprias conquistas o homem se sente um ser humano incompleto. Então, busca suprir por meio do poder, dinheiro, sexo e profissionalmente para suprir o que falta para obter a alegria tão ansiada. E é aí que entra a Lei de Deus. Ela serve como uma placa de transito que nos aponta o caminho certo. A lei de que fala o Salmo não é um conjunto de regras irritantes que seguimos apenas para não levar multas ou ir para a cadeia. Na verdade trata-se da instrução da vida dada pelo Criador. Quanto mais a conhecermos e nos empenharmos em segui-la mais perceberemos e servirá como um manual para melhorar nosso relacionamento com Deus. Quanto mais próximo do Senhor por meio de Cristo, mais teremos alegria em nossa vida. O prazer da palavra de Deus não aparece num dia em nossa vida. É preciso cultivá-lo através da leitura e estudo dela para absorver cada vez mais os seus ensinamentos. Aprendemos pela repetição no versículo 13. Talvez por isso seja o Salmo mais longo desta vida. A alegria real é um tesouro e para cultivá-lo através da leitura do nosso manual que é a Bíblia. E, para finalizar quero citar uma reflexão: Brasil, Pátria querida, curvo teu joelho diante de Cristo. E achará no teu Evangelho, a verdadeira luz na sujeição da sua Lei a verdadeira liberdade. No conforto de suas graças, alegrias puras e suavíssimas, as verdadeiras alegrias da alma que começa na terra e se consumam no céu. Este é um pensamento tirado de Antônio da Costa. Que Deus abençoe o nosso Município e, em especialmente, o nosso Brasil. Que assim seja. 

Pronunciamento do vereador Rafael Pfuetzenreiter (em nome do PSDB): 
Quando falamos em independência ou morte, pensamos: O que significa isto? Digo a vocês que esta expressão representa a nossa liberdade, a construção de um país, que ainda está em formação, porém é livre e permite pensarmos e agirmos como cidadãos. Esta data de 7 de setembro de 1882 representa o ápice de uma história que antecedeu em lutas, guerras e rebeliões, diante de tantas cicatrizes fortaleceram o nosso país, que se traduz de uma riqueza maravilhosa de suas regiões e de seu povo, que permite que todos tenham a liberdade de pensar, agir e criticar. Isto é Pátria e temos uma. Mesmo diante das adversidades que o Brasil vem passando, a Semana da Pátria nos enche de orgulho, e nos traz o sentimento energizante de que somos uma nação, que busca a integração e que quer curar estas adversidades. Temos muitos problemas, porém, o sentimento de pátria nos ajuda a encontrar um caminho quando estamos diante de dificuldades, erros e injustiças. A covardia daqueles que mancham o nosso país deve ser rejeitada e abominada por nós, na busca de combater a corrupção, e acreditar que todos os caminhos e nossas atitudes irão transformar e corrigir problemas dos quais estamos passando. O valor sentimental por nossa Pátria é o maior e melhor presente que ela própria deve receber de seus filhos, que estão sobre o seu solo. Portanto precisamos defendê-la a cada dia. Isto se faz com pequenos atos, combatendo injustiças, exigindo soluções e principalmente sendo justo. Estes valores que mencionei guarnecem nossa Constituição Federal, que se traduzem naquele caminho aberto por Dom Pedro I, em 1822. O valor de honrar a Bandeira, os símbolos nacionais, os hinos, nos enchem de emoção em momentos difíceis e nos faz rejuvenescer a alma por vezes cansada de tantos problemas e desilusões. Como brasileiros, conclamamos esta data de maioridade de nosso País, que deixou de ser uma Colônia imprestável, para galgar a acepção do significado de uma Nação forte, e que a cada dia precisa ser corrigida e aperfeiçoada. Temos problemas, porém, temos liberdade. E faremos esta diferença em nossa vontade de honrar o nosso país, contra atiraria que está se aproximando, própria de um bando de fariseus, que se passa por brasileiros, quando na verdade são vendilhões do templo, atrás somente de suas trinta moedas. A pátria é o valor histórico, emocional e imensurável de qualquer cidadão. Viva o Brasil, o brasileiro e o pomerodense. E renovo ainda, a nossa esperança nesta terra maravilhosa que amo. 

Pronunciamento do vereador Wolfgan Schumann (em nome do PT):
A Câmara de Vereadores de Pomerode, neste momento solene, presta a sua homenagem nas comemorações da Semana da Pátria, fazendo-a com orgulho, pois estamos a cada dia que passa caminhando para termos uma democracia mais sólida. Temos que aproveitar momentos como este para reconhecer que o Brasil é um país que nas últimas décadas tem fortalecido a nossa democracia, e por isso, entendo que os resultados de eleições devem ser respeitados, pois o fato de não se concordar com governante A ou B não é motivo suficiente para se acabar com a democracia, até porque a maioria das pessoas certamente não está contente com o governo do estado que não resolve o problema da segurança pública, como também está descontente com a administração municipal que não resolve o problema do Posto de Saúde em nossa cidade. Mas, isto não nos dá o direito e não significa que temos que derrubar estes governos que foram democraticamente eleitos. As eleições são o marco maior da democracia brasileira, é o momento em que a população elege seus governantes, e isto precisa ser respeitado e por isto, clamo no dia de hoje, para que as pessoas reflitam sobre isto, e de uma vez por toda se acabe com estas tentativas de golpe à democracia. Parabéns a todos nós brasileiros pela Semana da Pátria, e que Deus nos ilumine para que com sabedoria, possamos superar a intolerância e respeitar as pessoas pelas opções que fazem, pois não podemos generalizar as coisas nem julgar instituições por falhas de alguns seres humanos, sendo que cada um deve responder pelos seus atos. 

Pronunciamento do vereador Horst Lemke (em nome do DEM): 
Por meio desta Sessão Solene, é dado início à Semana da Pátria, semana para recordarmos dos atos da Independência do Brasil, e para nos unirmos como um só país. Apesar de sermos um país independente há quase 200 anos, a realidade do Brasil nos mostra que ainda temos muitas lutas a vencer a fim de alcançarmos  a verdadeira independência. Esta só virá quando acabarmos com a pobreza, a miséria, a violência, a corrupção e a enorme desigualdade social que reina em nosso país. Para a nossa geração é muito triste ver que os impostos pagos pela população de forma árdua e penosa não são vertidos em serviços públicos, mas acabam sendo desviados para os bolsos de corruptos. Todos os dias os jornais repetem noticias sobre escândalos de corrupção, em especial o escândalo na Petrobrás, tido como a maior corrupção da história de nosso país, quiçá do mundo. Por isso acho que nessa semana, quando se comemora a Pátria, devemos pensar seriamente nisso, refletir que a Pátria somos todos nós: crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, que vivemos neste território tão belo e tão rico, com dezenas de culturas e tradições. Há muito que precisamos fazer para sermos um povo verdadeiramente independente. E depende apenas de nós, precisamos todos os dias agir de maneira proba, íntegra e honesta em prol de um país melhor. Que esta semana nos ajude a reascender a chama pelo amor à pátria e ao povo brasileiro. 

Pronunciamento do vereador Marcos Dallmann (em nome do PMDB):

A Semana da Pátria, que se inicia no primeiro dia de setembro, é um período dedicado a homenagear aqueles que foram importantes no processo de independência do Brasil. Nesses dias, diversas atividades cívicas são desenvolvidas nas escolas e nas ruas, visando preservar nossa história, e ressaltar os exemplos dados por aqueles que dedicaram suas existências em prol da nação, muitas vezes com o sacrifício das suas próprias vidas. Os exemplos de patriotismo estão presentes em todos os momentos históricos abordados nas comemorações, e devem servir de referências não só para a juventude, como também para os mais velhos. O patriotismo é um sentimento que deve estar presente por toda a vida dos brasileiros, os quais têm o dever de lutar e defender a nação até o último alento. O momento máximo da semana é o dia 7 de setembro, quando o Brasil proclamou sua independência. A data é marcada por desfiles, tanto militares quanto civis, e a população poderá presenciar a exibição de veículos especiais, a marcha dos soldados, e a apresentação de diversos segmentos da sociedade, tais como escolas e outros, que se unem para demonstrar o respeito à Pátria. A Semana da Pátria é crucial no resgate do civismo. Não basta priorizar o feriado, é preciso fazer valer a importância da data, resgatando valores, que muitas vezes estão sendo esquecidos. Os eventos devem propiciar a formação do conceito de Pátria, despertar os sentimentos correspondentes, criar o respeito aos símbolos brasileiros, e desenvolver a compreensão do passado histórico, principalmente sobre o significado e importância da data “Sete de Setembro”. Para isso, é de suma importância a dedicação dos responsáveis pelo ensino, tais como: Professores, Coordenadores Pedagógicos, Orientadores, e demais profissionais da educação. Quando comemoramos o dia do “grito da independência”, lembramo-nos de uma imagem bastante conhecida, que é o quadro de Pedro Américo que retrata esse momento. Nele vemos a figura de D. Pedro I, acompanhado pela tropa de soldados.
Soldados, sem eles não há conquistas...
E hoje, os soldados somos todos nós...
Que a Semana da Pátria desperte em todos os corações a grande responsabilidade que temos para o sucesso do Brasil. 

Pronunciamento da vereadora Karin Raduenz Hoeft (em nome do PP): Hoje nesta sessão solene em comemoração à Semana da Pátria, venho falar a todos sobre esta data imensurável para todos nós brasileiros, que há aproximadamente 193 anos, deixou de ser uma colônia portuguesa, para dar os primeiros passos como uma Nação Livre. Quando falamos em ser patriota, primeiramente, nos vem ao pensamento atos com referência ao respeito dos símbolos nacionais. Porém, é muito mais, pois naquela data após muitas discussões, D. Pedro I, pelo seu gesto, começava a forjar um País, com várias raças, com uma só nacionalidade. Todos Brasileiros. Esta independência representou para cada um de nós, o começo de ser cidadão brasileiro, ato presenciado por nossos antepassados, e que a cada etapa vindoura de nossa história, vamos aperfeiçoando, para criarmos um País maravilhoso, que necessita ser aprimorado cotidianamente, como também enaltecido e respeitado a cada dia. Isto sim é sentimento de Pátria. Pátria é pensar em cada dia melhor, para todos os brasileiros. Sejam crianças, jovens e idosos, se traduzindo na ideia de ser cidadão, respeitando e cumprindo obrigações, precipuamente no pleno respeito à lei. Ser patriota é respeitar seu País, seus símbolos, suas leis, agir com hombridade, tenacidade e a defesa de tudo aquilo que é público. O que é público é do Povo.  Este sentimento, percebo que a cada dia cresce, forjando uma nação brasileira enriquecida com várias etnias, crenças e escolhas. Porém todos brasileiros. Inacreditavelmente sempre acreditando que dias melhores virão. Nunca perdendo a fé e a esperança. Esta é a nossa marca como Povo Brasileiro. O Futuro de uma nação começa nos jovens, que tendem a entender o elo de respeito e obrigação, quando alçam da infância a vida adulta, sendo o maior tesouro de um País, que se traduz em esperança e renovação de valores. Valores estes, que representam as aspirações superiores de todos os Povos, que pretendem serem independentes, autônomos e democráticos, sempre buscando o aperfeiçoamento pela instituição da liberdade. Nosso País trafega neste caminho como uma Nação acolhedora e respeitadora de direitos, precipuamente aqueles ligados ao Princípio constitucional da Dignidade da Pessoa Humana. Nosso país é maravilhoso, e o abrilhantar cívico de bandas militares, bandas escolares, desfiles, corais, bandeiras, fortalecem o brio de nossa Nação, transformando este momento épico, em um remédio que nos fortalece como brasileiros, em meio a todos estes acontecimentos que mancham nosso País.  Portanto, data importantíssima, para nós, e nosso Povo. Pois temos sentimento de esperança.  Ainda temos, e isto que faz a nossa Nação forte, capaz de ressurgir diante de tantas adversidades que estão a assolar ultimamente o nosso Brasil. Vivemos em um Estado Democrático de Direito que possui problemas, e merece ser aperfeiçoado, porém, este gesto de cidadania, deve ser feito por nós, cada um realizando a sua parte, protestando quando há corrupção, quando há ilegalidade. Podemos reagir, isto sim, é espirito de ser patriota e brasileiro. Mesmo em momentos de descrença, ainda somos brasileiros, e temos fé e determinação para corrigir os erros desta terra maravilhosa. Ser cidadão é ser patriota, e acreditar que podemos melhorar. E isto depende de cada um de nós. E esta data de 7 de setembro, se traduz neste momento, com bandeiras perfiladas, desfiles e hinos, para lembrarmos que um dia fomos uma colônia e por nossas forças nos libertamos da tirania. Tudo isto por que acreditamos, e assim continuaremos em acreditar. Portanto, lutar e vencer as lesas-pátrias que assaltam nossa Terra Amada é sinal de garantia que continuaremos livres, e viveremos em um Estado Democrático de Direito chamado Brasil. Independência ou morte, palavras que representam o nosso Povo, e que sempre nos guiarão pela nossa liberdade.

Pronunciamento da presidente da Câmara de Vereadores Mirins Julie Otto: Na próxima segunda-feira, dia 7 de Setembro, será realizado em nossa cidade, o desfile cívico da Pátria, que servirá para que os cidadãos de Pomerode possam, mais uma vez, firmar o compromisso com a pátria brasileira. Assim, convido a todos, estudantes das escolas municipais públicas e privadas, entidades civis, e a comunidade como um todo, a participarem deste importante evento cívico. Quero dizer e lembrar que o nosso compromisso com a Pátria deve ser renovado a cada dia: trabalhando, estudando, vivendo com dignidade, respeito e ordem, e sobre tudo dando exemplos, porque um exemplo vale mais que mil palavras. No atual momento de nosso país, no qual se vislumbra o maior escândalo de corrupção de nossa história e uma forte Crise Econômica ocasionada pelo gasto desenfreado de recursos públicos, é que mais precisamos de bons exemplos.  Exemplos de dignidade, de honestidade e respeito pelo povo. Estes exemplos devem vir de todos nós, em nossas condutas no dia a dia de convívio social. Que este pensamento seja levado em conta por todos, e que façamos um magnífico desfile no dia 7 de setembro, a caminho de um futuro mais próspero para todos nós.

Pronunciamento do prefeito Municipal de Pomerode, Rolf Nicolodelli:
Hoje iniciam em nosso município as comemorações do aniversário da Independência do Brasil. Sabemos que o caminho percorrido para alcançar essa tão almejada independência não foi fácil e que ela não foi alcançada da noite para o dia. Por isso, manter viva a chama de amor à Pátria, para que nossos filhos não se esqueçam de respeitá-la sempre é dever de todos nós cidadãos brasileiros. Precisamos também aproveitar o momento para resgatar a história e refletir sobre os rumos do nosso País. O cenário atual requer essa reflexão. Amadurecemos politicamente, no entanto, passamos por um momento economicamente difícil e que mais uma vez exige muito da sociedade. Que país nós queremos deixar para nossos filhos, especialmente para as crianças do nosso município? Devemos estar preparados e juntos lutar por um país mais justo e melhor para as nossas crianças e jovens. Almejo que possamos usar esta data para refletirmos sobre tudo o que queremos para a nossa Pátria. Mas é necessário que cada cidadão assuma sua responsabilidade de lutar e trabalhar para transformamos juntos o Brasil em um local melhor. E nesta construção de um Brasil melhor, as nossas crianças têm um papel muito importante, pois elas são o futuro da nação. Nossa tradição, nossos valores e nossas crenças serão perpetuados através delas. Por isso investir na educação é a garantia preparar os pequenos para o futuro melhor. Que nesta semana de homenagem a Pátria possa reviver a história de bravura do nosso povo, que tanto lutou pela nossa liberdade, igualdade e independência. E que nos dias de hoje, cada um de nós trabalhe para manter viva a chama da independência e da democracia, com respeito às instituições, convivência harmoniosa entre os poderes, valorização das pessoas e muito trabalho em prol da nossa comunidade. Abraços a todos e que Deus proteja as pessoas de bem hoje e sempre.

Pronunciamento do presidente da Câmara, Amarildo da Silva:
Pomerode inicia neste dia, as comemorações cívicas anuais alusivas à pátria, quando por tradição se lembram dos valores da liberdade, fraternidade e igualdade, que são à base da democracia. A Independência não é apenas um fato histórico, mas sim, uma conquista que deve ser cultivada todos os dias, por todos nós, respeitando as conquistas alcançadas ao longo da nossa história e que desfrutamos a cada instante, a começar pela liberdade, que é a maior riqueza de cada indivíduo. Porém é preciso lembrar que a liberdade também nos impõe deveres, pois ela não é ilimitada, pois se assim for, estaremos criando um estado de caos. Ela precisa ser vivida com de forma consciência, lembrando sempre que a liberdade de um tem como limite a liberdade do semelhante. Se quisermos que nossos direitos sejam respeitados devemos agir reciprocamente, lembrando a máxima: não faças aos outros, o que não queres que te façam.  Por isso não podemos esquecer-nos de nossas obrigações, que começam em nossas casas, junto a nossas famílias e se transferem para a comunidade em que vivemos: trabalho, escola, clubes, entidades e locais públicos. Além disso, não temos o direito de nos omitir, e nem podemos esquecer que a liberdade não se limita ao livre deslocamento, mas também ao direito de expressão do pensamento por cada um, o que envolve as próprias opções de vida, desde que não representem a quebra da ordem moral e legal. Estamos vivendo um momento de crise econômica em nosso país.  O que faz com que todos nós repensemos conceitos de vida e de comportamento, o que será vivido de forma mais intensa pelos nossos adolescentes e jovens, a quem peço que saibam valorizar o ensino, que se dediquem com esforço ao estudo, pois estamos vivendo um período conturbado em nossa história e precisamos da perseverança de todos e da renovação do amor à pátria para nos reerguermos, este é o único caminho para o desenvolvimento pessoal e coletivo de nosso país. Não se deixem levar pelos convites e projetos levianos e irresponsáveis, pois o que precisamos é revitalizar alguns antigos conceitos, que valorizam o relacionamento fraterno entre as pessoas e rejeitam a violência e a criminalidade. A prática de esportes e uma vida saudável devem ser objetivos permanentes de todos, e um engajamento na luta para superar as desigualdades. E, sobretudo entender que é através do trabalho que nos realizamos.  

Convite
No encerramento, o presidente da Câmara aproveitou a oportunidade, para convidar a comunidade para prestigiar o desfile cívico do dia 7 de Setembro, com itinerário em direção ao Parque Municipal de Eventos, a partir das 9h. A concentração será nas Ruas Heinrich Passold e 15 de novembro. Às 11h será realizada Festa do Hospital e Maternidade Rio do Testo, no Parque Municipal de Eventos. 






 


Fotos