Notícia

11/08/2017

Vereador Rafael Pfuetzenreiter aborda sobre a licitação das lombadas eletrônicas na cidade

Acompanhe o pronunciamento do vereador Rafael Pfuetzenreiter realizado durante a Sessão Ordinária da última terça-feira, dia 08 de agosto.

Convite para Audiência Pública em prol dos animais
O vereador Rafael Pfuetzenreiter convidou a comunidade para a Audiência Pública que será realizada na sexta, dia 11, às 18h, na Câmara de Vereadores de Pomerode. “Acredito que não seja uma demanda só minha, mas dos demais vereadores que possuem a mesma preocupação. Reforço que está aberta à comunidade para que participe, dando sugestões e opiniões sobre o que deve ser melhorado na cidade em relação ao tema... Sobre as castrações, chipagem, guarda responsável, fiscalização, além de outros assuntos que serão abordados. Haverá a palavra livre, mediante regimento, para a discussão de outros assuntos pertinentes”, disse. 

Lombadas eletrônicas 
Na sequência, o vereador Rafael Pfuetzenreiter abordou sobre a licitação das lombadas eletrônicas na cidade. “A licitação está sofrendo uma impugnação, sendo que gostaria de manifestar a minha opinião sobre as lombadas eletrônicas. Tenho informações relacionadas à administração passada... Acredito que os preços devam estar congelados há alguns anos, apenas sendo alterados conforme a inflação... Sendo renovada e impugnada aguardando novo procedimento. Não foi avaliada nenhuma ilegalidade, mas gostaria de ressaltar que as quatro lobadas que temos em nossa cidade, juntamente com mais três semáforos, somam anualmente cerca de R$ 360 mil. Eu já havia falado sobre isso na outra gestão com intenção de analisar novamente estes valores que são dependidos pela Administração Municipal, em relação a este valor”, disse. O parlamentar disse entender que os semáforos devem existir, assim como as lombadas eletrônicas, para a organização do trânsito, em virtude da má conduta dos motoristas na cidade. “Por outro lado, analisando estes valores vejo uma possível economia, se todos os condutores ou grande parte deles fossem educados e respeitassem as leis em relação ao nosso trânsito. Infelizmente, isso não acontece e acabamos precisando de licitações deste tipo. Estes valores poderiam ser muito bem investidos em outras áreas, como educação, saúde, segurança e turismo. Em um cálculo baixo, são despendidos no município de Pomerode em torno de R$ 1.450 milhões em quatro anos. É muito dinheiro, que sai do contribuinte, que poderia ser investido em outra necessidade. Nesse sentido quero colocar uma reflexão. Já comentei com alguns bombeiros voluntários e motoristas de ambulâncias que relatam que a faixa elevada é preocupante e atrapalha o atendimento das próprias ambulâncias e do caminhão dos bombeiros. Que traz um desconforto alto para o paciente. Mas, se formos analisar... Pagar R$ 360 mil anuais poderíamos investir em faixas elevadas ou gradativamente em rotatórias para que estes custos, que não deixam de ser um aluguel, possam ser eliminados. Deixo esta reflexão para os munícipes e para os colegas vereadores. Para o orçamento do Município que é de R$ 130 milhões, com toda a estrutura pública, pode não parecer muito, mas é. O que sobra no final é muito pouco. O que puder sobrar será investido em outras áreas que carecem de investimento, como saúde, segurança, educação que estão sendo deixadas de lado pelos Governos Federal e Estadual”, concluiu.