SIGA A CÂMARA

Vereador Marcos Dallmann solicita informações sobre obra do posto de saúde Alvin Klotz


Data: 22/09/2017

Acompanhe o pronunciamento do vereador Marcos Dallmann realizado durante a Sessão Ordinária da última terça-feira, dia 19 de setembro.

Golf Clube 
Em seu discurso, o vereador Marcos Dallmann cumprimentou a todos e elogiou uma nova modalidade realizada em Pomerode chamada Golf Clube. “Em Pomerode temos de tudo. Temos Jipeiros, Clube de Cavalos, Fuscas e outros antigos, entre outros adoradores e colecionadores. Mas, o que está tomando força no momento é o Golf Clube. Já foram realizados diversos encontros, envolvendo colecionadores da Volkswagen de diversas cidades e regiões. Com este evento arrecadaram alimentos não perecíveis que serão entregues para entidades residentes de nossa cidade. Parabéns aos organizadores, em especial, ao Edemir Klebber, que está à frente deste evento. Acho que é válido, temos que valorizar encontros deste tipo, pois os jovens estão estimulados para algo positivo e não para as drogas. Parabéns então, ao Grupo do Golf Clube”, disse.  
 
Informações complementares sobre o financiamento do PMAQ 
O vereador Marcos Dallmann solicitou ao Líder de Governo, um reforço em relação ao seu ofício enviado ao Executivo solicitando informações complementares sobre o Projeto de Lei 2774/2017, que trata do financiamento do PMAQ. “Após leitura surgiram algumas dúvidas, mesmo já tendo passado por análise das Comissões. Peço que o retorno venha ainda nesta semana, pois é provável que entre na Ordem do Dia na semana seguinte. Solicitei então, qual o custo dos juros por ano, se existe uma taxa de juros em longo prazo, qual a carência para início do pagamento, qual o período do pagamento para o financiamento, e se será quitado pelo atual gestor ou ficará para as próximas gestões. Foi conversado, mas estas questões ainda ficaram vagas e precisam de esclarecimentos. É importante ter documentado para que possamos discutir o projeto com propriedade”, falou. 
 
Processo seletivo simplificado 
A seguir, o vereador Marcos Dallmann discursou em relação ao processo seletivo simplificado. “Muitas pessoas ficaram confusas, pois saiu um edital no dia 11 de setembro, sendo que já foi alterado umas três ou quatro vezes. Peço que a comunidade fique atenta em relação a datas e isenção de taxas. A minha sugestão é que se direcionem a Praça do Cidadão e se informem para que não percam os prazos. Talvez na pressa, lançaram o edital e depois verificaram algumas falhas tendo que atualizá-lo. Isso acaba confundindo a comunidade”, falou. 
 
Informações sobre obra do posto de saúde Alvin Klotz 
Para finalizar, o vereador Marcos Dallmann abordou sobre o Requerimento nº 29/2017, que solicita ao Executivo, informações sobre obra do posto de saúde Alvin Klotz. “Como já falei anteriormente, precisamos das informações documentadas, sendo que tenho a resposta do requerimento que recebi através do Ofício nº 355, do Gabinete da Prefeitura: A empresa que venceu a licitação é a LC Empreiteira de Mão de Obra, sendo que o valor orçado ficou em R$ 645.270,11. Saliento que no debate da campanha eleitoral, o prefeito atual falou que com o laudo que tinha em mãos, com R$ 130 mil, faria a reforma. Então, este foi o valor orçado, inicialmente para junho, depois para outubro e agora para o mês de janeiro de 2018. O valor é de R$ 412 mil provenientes do Estado, e o restante do tesouro Municipal, que daria R$ 233.270,11. Mas, temos ainda dois aditivos, um no valor de R$ 219.076,00 e mais um de R$ 257.796,00. O total da obra hoje, já chega em R$ 1.122 milhões. Isso que a obra ainda não está concluída e foi falado que com R$ 130 mil ele a executaria. Então, eu respeito sempre a decisão do prefeito, mas não pode ser usado de uma forma politiqueira durante a eleição. Foi usado um laudo, que é um documento público, para um ato político. Outro item importante é que este é o valor da reforma, onde será utilizado o prédio velho para após ser entregue para a Policlínica. Isso que agora a Unidade Ricardo Jung é para ser construída onde o anterior prefeito quis fazer a permuta para a Policlínica nova, junto com o Posto de Saúde onde a maioria dos vereadores foram contrários, pois entenderam que era um ponto ruim ou alagável. Agora, além destes quase R$ 1.200 milhões, quer construir um novo posto de saúde naquele local. O prefeito anterior já teria terminado e não custaria tanto aos cofres públicos. Questionaram aluguéis, sendo que poderia já ter sido economizado há muito tempo. A Policlínica poderia estar pronta sem tirar dinheiro dos cofres públicos. Para finalizar, quero agradecer a resposta enviada na época pela então prefeita Gladys. Não questiono o teor da obra, mas a forma como é colocada. Às vezes os prefeitos pagam o preço do que ocorre aqui dentro. Desejo sucesso ao prefeito Ércio, que conclua esta obra, mas lamento, pois isso já poderia estar pronto a muito tempo. Este valor poderia ser utilizado para outras obras também muito importantes”, terminou.

 

Vídeo