SIGA A CÂMARA

Vereadores Mirins realizam nova Sessão e aprovam três Requerimentos


Data: 17/09/2018

A Câmara de Vereadores Mirim de Pomerode realizou na quinta-feira (13/09), mais uma Sessão Ordinária. Antes do início da Sessão, a Assessora da Câmara Mirim, Cleide Rauber, organizou uma reunião com os Parlamentares Mirins. Em resposta ao Requerimento Mirim nº 16/2018, de autoria do Vereador Mirim Kayan Carlos Laffin, que solicita ao Executivo a colocação de lixeira, em frente ao Colégio Doutor Blumenau, no suporte ali existente, o Executivo informou que que está ciente de que algumas lixeiras estão danificadas e está tomando providências para sanar o problema.

Na Tribuna, durante a Sessão, o Vereador Mirim Michel Thiago Küster apresentou esclarecimentos sobre Requerimento de nº 14, que trata da Passarela existente da Avenida 21 de Janeiro, que serve ao Colégio Dr. Blumenau. Segue na íntegra: Na Sessão Mirim anterior, do dia 09 de agosto fiz o Requerimento de nº 14, sobre a Passarela existente da Avenida 21 de Janeiro, que serve ao Colégio Sinodal Dr. Blumenau. Ocorre que houveram algumas interpretações errôneas, por isso volto a tocar no assunto e esclarecer que o que eu propus em meu Requerimento de nº 14, e quem for ler o texto do Requerimento pode observar o que se lê em um dos últimos parágrafos e vou repetir agora: Relocação URGENTÍSSIMA da base da passarela, de modo a liberar as duas vias para o trânsito. Repetindo... relocação da base e não da passarela. Sei da importância da passarela para os alunos do Colégio Dr. Blumenau, por isso pedi que somente a base fosse relocada, para liberar as duas vias em cada sentido de modo a liberar o fluxo de veículos, sem alterar o local e a utilidade da passarela.

Ordem do Dia

Reativação do Projeto Aluno-Guia - Durante a Sessão, foram aprovados três Requerimentos por unanimidade. Foi aprovado o Requerimento Mirim nº 17/2018, de autoria do representante da Escola de Educação Básica Municipal Prof. Curt Brandes, Michel Thiago Küster. O parlamentar solicita a reativação do Projeto Aluno-Guia. “O Projeto Aluno-Guia foi implantado em Pomerode nas escolas no ano de 1999, pelo Decreto lei nº 1632 e conta com a parceria da Polícia Militar e a Sociedade de Defesa Civil de Pomerode, sendo cada qual responsável por determinada parcela, de acordo com o Plano de Execução. Em maio de 2013 veio reforçado pela Lei 2546 que autorizou o Executivo Municipal a celebrar convênio com o Estado objetivando parceria com a Polícia Militar no Projeto Aluno-Guia. Ocorre que não se teve mais notícias deste projeto, tão importante e expressivo nas escolas, auxiliado pela Polícia Militar. Solicito que seja encaminhado ofício ao Prefeito, para retornar com esta atividade, pois além de assegurar tranquilidade no horário de saída dos alunos nas escolas, ainda é um imenso exercício de cidadania”, justificou.

Mutirões nas escolas - Foi aprovado o Requerimento Mirim nº 18/2018, de autoria da representante da Escola Duque de Caxias, Luisa da Silva Sousa, que solicita mutirões nas escolas. “As escolas públicas do Município enfrentam dificuldades de diversas naturezas, uma vez que o poder público não tem conseguido atender cem por cento das suas necessidades e em todas as escolas as Associações de Pais dos alunos, vem dando aportes com trabalhos voluntários e inclusive financeiros das mais diversas naturezas. A sugestão é que a Secretaria de Educação mobilize seus diretores e eles por sua vez vejam em suas escolas, que deficiências tem que poderiam ser supridas por trabalhos voluntários entre alunos e até mesmo os pais. Sabemos que já existem escolas que praticam o chamado “mutirão de trabalho voluntário”, no entanto é tímido e esporádico. Sugiro que seja mais frequente, conforme as necessidades da escola. Podem ser organizados nos sábados ou como for melhor para cada escola”, explicou.

Palestras através do PROERD - Foi aprovado o Requerimento Mirim nº 19/2018, de autoria do representante da Escola Básica Municipal Dr. Amadeu da Luz, Thiago Hutter Miguel, que solicita ao Executivo palestras através do PROERD. “A Secretaria de Educação tem hoje implantado nas escolas o projeto PROERD, autorizado pela Lei 2546/2013, que formou uma parceria entre Estado e Município, onde policiais militares aplicam política de prevenção às drogas dentro das escolas públicas de Pomerode. Pelo que sabemos este trabalho é feito nos quintos anos do ensino fundamental onde os alunos fazem um juramento de dizer não às drogas. Diga-se um excelente trabalho e de importância singular. Ocorre que do quinto ano até os anos finais, poucos ainda lembram do juramento que fizeram. Diante disso, sugiro que através do programa PROERD, seja estudada uma forma de se realizar algumas palestras aos nonos anos do ensino fundamental de todas as escolas públicas e assim, levem consigo conceitos recentes sobre o perigo das drogas”, colocou.

Arquivos

Vídeo