SIGA A CÂMARA

Confira o pronunciamento do Vereador Paulo Nicoletto na Sessão do dia 27


Data: 30/05/2014

Na Sessão da Câmara do dia 27 de maio, o Vereador Paulo Nicoletto discursou sobre vários assuntos, conforme segue:

Agradecimentos

Em seu pronunciamento, o Vereador Paulo Nicoletto, disse que está muito feliz em ver Câmara construída. “Fizemos esta Casa e lembro que no início, muitas pessoas diziam que aqui seria um elefante branco. Porém, este elefante branco deu cor, ficou bonito, graças, aos vereadores Arno Muller, Rosita Jung e a mim, como vereador, que começamos e chegamos a inaugurá-la. Claro que muita coisa mudou, mas nós demos um começo. Hoje, podemos utilizar esta tribuna e dizer que tudo aqui ficou muito bonito. Está confortável para todas as pessoas a que vem assistir à Sessão”, disse. O Vereador também agradeceu a todas as pessoas que apostaram nele e o elegeram, com 558 votos. “São pessoas que confiaram em mim e eu agradeço. A quem comigo perdeu horas durante a noite, buscando soluções para o nosso município. De uma forma especial, tenho um casal amigo, meus vizinhos, a quem devo meu agradecimento”, mencionou. 

Indignação

O Vereador Paulo Nicoletto relatou que sendo político, anda pelas ruas e fica chateado com algumas coisas que se depara. “Eu fico muito triste, pois são pessoas que cobram de nós. Pessoas humildes, simples e não podemos fazer nada. Não sei o que acontece dentro da Prefeitura e de que forma o Prefeito está conduzindo a nossa cidade. Porque, aonde eu vou, vejo pessoas reclamando e dizendo que nada está sendo feito. Eu fico chateado com isso, porque até eu acreditei que ele seria um grande prefeito e que mudaria a nossa cidade. Lamento em relação à Rua Pedro Knopp, pois ele prometeu o seu alargamento e até agora não foi feito. Também, foi pedido um ponto de ônibus, em frente à escola Rodrigues Alves, e ele disse que seria feito nas primeiras semanas. Não sou eu que peço, mas a comunidade. Foi prometida a pavimentação da Rua Augusto Krueger e até agora não foi iniciada. São coisas que não podemos admitir. Faz um ano e seis meses”, questionou. Nicoletto falou que na saúde acontece a mesma coisa. E que para a educação, ainda foi cortada a subvenção das escolas. “Eu vou dizer que da forma que está não podemos deixar. Preciso dizer que ele é meu amigo, mas não sei o que acontece. Ou, se é a equipe que trabalha com ele. Deste jeito está complicado. Acredito que deva estar mal assessorado, pois não creio que as coisas continuem desta forma. Fica aqui o meu registro e a minha indignação. Acredito que possa no futuro confiar mais em nós. Ontem e hoje não consegui falar com ele, então, utilizo a tribuna, pois é o meio que encontrei. Acredito que amanhã, na reunião, possamos conversar melhor com o prefeito, com o objetivo trazer melhorias para a comunidade”, terminou. 


 

Arquivos


Fotos