SIGA A CÂMARA

Vereadores Mirins aprovam cinco Requerimentos solicitando benfeitorias para a comunidade


Data: 11/09/2014

Na quarta-feira (10/09), às 15h, foi realizada a Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores Mirins de Pomerode. Antes do início da Sessão, a Assessora da Câmara Mirim, Cleide Rauber, se reuniu com os Parlamentares Mirins e abordou a importância da participação da Câmara Mirim no Fórum Municipal da Juventude, que será realizado no dia 26 de setembro deste ano. 

Início da Sessão Ordinária Mirim 

Dando sequência às atividades, foi dado o início da Sessão Ordinária Mirim, que contou com a presença do Secretário de Governo, Jair Clebber, da Coordenadora do Colégio Dr. Blumenau, Patrícia Trapp, suplentes, familiares e comunidade em geral. Com o objetivo de ampliar os estudos, também compareceram, acompanhados das professoras Genaina Nunes e Karina Letuno, 34 alunos do 5º Ano do Ensino Fundamental da EBM Curt Brandes. 

Em continuidade à Sessão, a Vereadora Mirim da EBM Duque de Caxias, Karla Pichler, apresentou o Requerimento nº 23/2014, que solicita ao Executivo, melhorias para a EBM Duque de Caxias. “Trago nesta Sessão os seguintes assuntos para encaminhamento ao Executivo e que tome as providências necessárias: Apesar de diversos pedidos já formulados pelos Vereadores mirins quanto a quadra de esportes da EBM Duque de Caxias, que pelo que se sabe por falta de verba, não terminaram a quadra de esportes, o que é um sonho de muitos anos, pois na situação atual, apesar de coberta, não é possível utilizá-la, o que prejudica as próprias aulas de Educação Física, que integra a grade curricular”, falou. Ainda em seu Requerimento, Karla Pichler renovou o pedido de instalação de lixeiras no bairro Ribeirão Areia. “Há muito lixo sendo jogado nas margens das ruas e nos arredores das casas, com isso prejudicando o meio ambiente. A falta de limpeza pública causa riscos à saúde da população e danos à imagem da cidade”, disse. Por fim, 
a Vereadora Mirim Karla Pichler frisou que os alunos e moradores do respectivo bairro aguardam a instalação de uma academia ao ar livre, pois na região não existe nenhum espaço de lazer e recreação, e nem mesmo para a prática de atividades físicas, o que disse ser fundamental para a prevenção da saúde. O material apresentado foi aprovado por unanimidade.

O Vereador Mirim, Henrique Bertoldi apresentou o Requerimento Mirim nº 24/2014, que solicita à Prefeitura melhorias para o bairro de Ribeirão Areia. “Na rua Ribeirão Areia, nas imediações do Mercado Paulista, os veículos são estacionados dos dois lados, o que prejudica o tráfego pois o leito da rua perde grande parte de seu espaço. Nessa rua a GETRAN deveria limitar o estacionamento em apenas uma das laterais, efetuando a devida sinalização para orientação dos motoristas”, disse. Henrique Bertoldi também falou que na atualidade quase todas as pessoas possuem telefone com internet, tablet e similares, e quando frequentam as praças da cidade, não tem acesso, pois nelas não existe acesso ao Wi-FI, o que também ocorre no Centro Cultural. “Como se trata de uma ferramenta indispensável, sugiro que a Administração Municipal providencie a instalação nos locais indicados”, ressaltou. O Vereador Mirim também mencionou que, apesar de todas as ações realizadas pela GETRAN e Polícia Militar, ainda se pode constatar que muitos motoristas insistem em beber e depois conduzir seus veículos sob o efeito do álcool, com o que aumentam os riscos de acidentes. “Isso deve ser evitado, e para isso, proponho que sejam efetuadas blitzs próximo dos bares mais frequentados, visando exigir que a lei seca seja cumprida, evitando assim vários acidentes. Durante as campanhas políticas se fala sempre na implantação de uma via de ligação entre o Ribeirão Areia e Pomerode Fundos, com a finalidade de desviar o tráfego de veículos pesados da região central. Com certeza é uma obra da maior importância, motivo pelo qual venho solicitar à Administração Municipal que esclareça a respeito de sua implantação”, concluiu. O Requerimento foi aprovado pela totalidade. 

O Vereador Mirim, Henrique Bertoldi também apresentou o Requerimento Mirim nº 25/2014, aprovado por unanimidade, que solicita a reformulação do GETRAN. “Tem sido aplicadas milhares de multas aos condutores de veículos da cidade, o que gerou uma arrecadação considerável de valores, não se sabendo exatamente a quem o mesmo é destinado. Como é um direito dos cidadãos saber qual o destino dos valores arrecadados, o que é assegurado pela Constituição, eu proponho ao Plenário que seja enviado um expediente ao Executivo Municipal e a GETRAN para que informe a esta Câmara Mirim, qual o valor arrecadado desde 2013 e como o mesmo é destinado, indicando os beneficiários”, explicou.

A Vereadora Mirim Mayara Letícia Gustmann apresentou o Requerimento Mirim nº 26/2014, que solicita à Prefeitura a conclusão da pavimentação da Rua da Escola Dr. Amadeu da Luz. “Esta obra foi iniciada, colocado paralelepípedo de forma intercalada, sendo necessário efetuar a sua conclusão, para que fique uniforme do princípio ao fim, assim permitindo o tráfego seguro de veículos e o deslocamento dos alunos”, disse. O documento foi aprovado pela totalidade.

A Vereadora Mirim Pamela Oliveira de Souza apresentou o Requerimento Mirim nº 27/2014, endereçado ao Executivo, onde explica que os alunos e funcionários da Escola Prof. Vidal Ferreira, têm ido até ela e falado sobre a falta de proteção e segurança para os alunos, nos diversos recintos da Escola, como no segundo andar, onde disse não haver uma tela ou grade de proteção. “Os alunos menores acabam expostos a acidentes, e mesmo com todo o cuidado das professoras sempre tem uns que se excedem e podem cair lá de cima”, relatou. A Vereadora Mirim falou que outro problema é a falta de ventiladores novos, tanto nas salas de aula quanto no refeitório. “Recentemente foi construída uma sala de aula ao lado do refeitório, onde ficava grande parte das janelas que agora obviamente ficam fechadas e não permite a entrada e circulação de ar, o que deixa o ambiente extremamente abafado e quente o que pode causar mal-estar de alunos e funcionários e ainda dissemina vírus”, disse. Por fim, Pamela falou que há um bom tempo tem re
cebido queixas quanto ao telefone da escola, que tem como operadora a OI, pois o fio está caído no chão, o que diariamente faz com que alunos, pais, e funcionários da escola tropecem e de alguma forma se machuquem, e a qualquer momento pode ocorrer um acidente maior, o que deve ser evitado. “E, além disso, o telefone não faz ligações, apenas recebe. E só quem está diariamente na Escola sabe o quão importante e necessário é telefone, ainda mais o da Secretaria, pois sempre que ocorre alguma emergência a Escola não consegue entrar em contato com os pais e/ou se necessário um pronto atendimento”, concluiu. O Requerimento foi aprovado por unanimidade.



Próxima Sessão Ordinária Mirim 

A próxima Sessão Ordinária Mirim será realizada no dia 08 de outubro de 2014, às 9h30. 

 


Fotos